A dor do resultado

Uma pesquisa realizada na Escócia em 1992 para explicar como alavancar força de vontade em pessoas com muita resistência a mudança acabou mostrando um resultado interessante que pode ser aplicado às empresas, já que somos todos formados por pessoas.

O grupo em questão tinha passado por cirurgia de implante de prótese no joelho ou quadril, da qual tiveram esperado um bom tempo, tinham media de idade acima de 68 anos e de baixa renda, o equivalente 10mil dólares por ano, e com escolaridade não maior do que o ensino médio.

A recuperação é extremamente dolorosa e é recomendável que os pacientes pratiquem exercícios o mais rápido possível após a cirurgia. Precisam movimentar as pernas e quadris antes mesmo que os músculos cicatrizem. Pela dificuldade de reabilitação, especialmente esse público, recusam as ordens dos médicos frequentemente e faltam as sessões de reabilitação.

O cientista responsável pelo experimento ofereceu uma alternativa para os pacientes exercerem sua força de vontade. Foi entregue para cada um deles, junto com o cronograma de reabilitação, 13 páginas, uma referente a cada semana de recuperação, com espaços para escreverem suas metas, como por exemplo, onde e quanto seria feita cada caminhada, quais atividades seriam feitas na semana, coisas desse tipo.

Três meses depois, os resultados foram surpreendentes. Quem escreveu seus planos no papel começou a andar duas vezes mais rápido que quem não escreveu. Tinham ainda mais facilidade para calçar sapatos, lavar roupa e preparar refeições do que os que não definiram metas.

O estudo mostrou a desvantagem dos pacientes que não traçaram planos. Nunca pensaram com antecedência o que fariam para ultrapassar os obstáculos, não criaram rotinas para seus hábitos diários para aproximar seu dia a dia dos seus objetivos. Para os indivíduos desse grupo, sua determinação tende a acabar nos primeiros obstáculos quanto não se tem um objetivo a ser buscado.

Agora fazendo um paralelo ao nosso dia a dia, dentro de nossas empresas, quais dos nossos hábitos permitem que cada membro de uma equipe tenha mais autodisciplina?

Da mesma forma que as pessoas foram mais disciplinadas e alcançaram melhores resultado somente traçando planos, fica claro que para cada projeto as empresas precisam ter seus objetivos, metas e um plano definido de forma clara, isso garantirá a disciplina para executar o projeto e mensurar o que foi alcançado para que no próximo seja possível um resultado melhor, afinal o que não pode ser medido, não pode ser melhorado.

____________

REFERÊNCIAS

Sheina Orbell e Paschal Sheeran, “Motivational and Volitional Processes in Action Initiation: A Field Study of the Role of Implementation Intentions”, Journal of Applied Social Psychology 30, nº4 (abril de 2000):780-97

 

Anterior Voltar para Listagem. Próximo
Sobre a Guapo
A Guapo Design é uma agência de design gráfico, desenvolvimento de produto, criação de websites e arquitetura situada em Caxias do Sul e conta com profissionais de estratégia e planejamento, designers gráficos, arquitetos, desenvolvedores web e designers de produtos ajudando seus cliente desde a crição da marca e identidade visual até mesmo ao desenvolvimento de produto, catálogos e embalagens.